Alerta! 5 coisas que os casais se esquecem quando escolhem o espaço para o casamento!

Os meses que antecedem o seu casamento são agridoces. Por cada momento único e bonito que acontece durante esses meses (e vão haver, de facto, muitos), há uma decisão dura. Uma das mais complicadas é o espaço para o casamento. E são muitos os casais que, nessa escolha, esquecem de pesar alguns fatores determinantes. Para que isso não lhe aconteça, a Zankyou diz-lhe hoje quais as 5 coisas que muitos casais se esquecem de equacionar quando escolhem o espaço para o casamento e que não deviam. Pronta?

1. A localização e acessibilidade.

A maioria dos espaços para casamentos é fora dos centros urbanos. Os noivos e os convidados estão já preparados para isso. Mas o que muitos noivos esquecem são outros fatores: quão longe é o espaço de casa ou do hotel onde vão passar a noite de núpcias, por exemplo. Pode não parecer uma distância muito grande quando estiver a visitar o espaço ou a caminho dele depois da cerimónia da igreja mas vai parecer-lhe uma distância maior no final do dia, quando estiver mais cansada. Ao decidir o espaço do seu casamento, investigue também os hotéis que ficam perto ou escolha um hotel para o seu casamento.

2. O número de convidados

Já escolheu o espaço que quer. É lindo, mágico e combina com a sua personalidade. Só há um problema: a sua lista de convidados excede a capacidade do espaço (ou vice-versa). Tenha em conta o tipo de casamento que quer – megalómano ou intimista – antes de começar a visitar espaços que podem apresentar-se como inadequados. Até porque o orçamento de um espaço com capacidade para 200 pessoas para um casamento que tenha só 30 convidados ou menos pode ser consideravelmente inflacionado.

3. A época do ano.

Sim, aquele espaço debruçado sobre o mar é o mais bonito de todos. Mas se o seu casamento será no inverno, será mesmo essa a melhor opção? E se o solar do século XVII perfeito que encontrou a encantou com as suas escadarias majestosas e tetos altos, essa opção pode não ser a mais feliz num casamento de verão em que vai apetecer-lhe estar ao ar livre, ao sol!

4. Os contratempos.

Num mundo ideal, contratempos não existem. E sim, com um wedding planner a todo o gás a trabalhar consigo, eles são praticamente impossíveis. Mas eles podem acontecer. E são muitos os casais que contratam festas com demasiadas atrações e acabam por perder os seus timings e aborrecer-se com detalhes ao mesmo tempo que aborrecem os hóspedes.

5. O preço das ‘pequenas coisas’.

No orçamento que estabeleceu para si e no valor que definiu para o espaço muitas vezes não cabem os ‘imprevistos’! A hora extra de bar aberto que pode acabar por precisar, a instalação extra da iluminação que prefere, os seguranças que precisa que acompanhem o evento, o estacionamento que se calhar até vai precisar. Estas pequenas coisas, somadas, podem dar-lhe uma surpresa complicada. Se possível, negocie sempre pacotes chave na mão, sem variantes! Assim fazem os mais experientes.

Estes são cinco fatores que estão sempre na agenda dos melhores wedding plannersquando selecionam os espaços que vão apresentar aos seus clientes. Inclua-as na sua também. Valem ouro!

 

http://www.zankyou.pt/p/alerta-5-coisas-que-os-casais-se-esquecem-quando-escolhem-o-espaco-para-o-casamento